16/07/05

Colecção "É melhor ficar quieto e sossegado"

Em alguns filmes de comédia, há aquelas situações do protagonista azarado que só faz trapalhadas umas atrás das outras, onde acaba sempre por sair humilhado e derrotado. Mas a grande parte destes filmes são de fraca qualidade, não dizendo mesmo péssimos e de mau gosto. Neste fio condutor, fica uma série de histórias estranhas de como um indivíduo deveria era estar quietinho para não atrapalhar e não causar situações ainda piores:


EFEITO BORBOLETA
Já falado neste blog e muito conhecido entre os cinéfilos, este limita-se a dar origem à teoria do caos envolvendo situações catastróficas tornarem-se ainda mais catastróficas. Pois é, Ashton Kutcher, mais valia agarrares-te aos estudos da faculdade, ires prá borga com o teu colega de quarto chanfrado e comeres umas gajas dredds, em vez de andares a dar cabo dos teus neurónios...


RETROACTIVE - O FILME
Este interessante filme de ficção científica, estreado entre nós por alturas do FANTAS'96, protagonizado por um James Belushi com tempero agressivo, é uma óptima descoberta no mundo dos filmes de série B. Tal como o Efeito borboleta, aqui uma psiquiatra (é psiquiatra porque calhou, foi por acaso) passa por acontecimentos estranhos que após descobrir uma máquina de viajar no tempo, vai usá-la para modificar os problemas onde se encontra. Ao se encontrar no passado e sabendo com antecedência o que se vai passar, tenta evitar que tudo aconteça de novo. Azar o dela, tudo se torna ainda mais complicado, vendo-se obrigada em regressar à máquina do tempo.


O FEITIÇO DO TEMPO
Aqui, o lema é "viver o pior dia da sua vida vezes sem conta". É isto que realmente acontece a Bill Murray, um meteorologista arrogante. Deste modo, acorda sempre na sua caminha quentinha do motel onde ficou instalado, vivendo sempre as mesmas situações que ele conhece de cor. O que lhe vale é Andy MacDowell, que o entertém naquela monotonia repetitiva. Mas ao contrário dos filmes anteriores, ele não tenta mudar o que foi feito, mas aproveitar para seu benefício esta situação. Testa os limites dos seus poderes, aprende o que o rodeia até saber os ínfimos pormenores e por fim, lá se lembra de fazer o bem à comunidade e aos seus colegas. Uma belíssima comédia, uma das melhores da década de 90.


LOLA RENNT - CORRE, LOLA, CORRE
Escrito como um filme interactivo, a protagonista entra num dilema que acaba por não escolher da melhor forma. Qual melhor maneira para mudar os acontecimentos, senão fazer uma regressão ao passado e tentar de novo? Pois bem, é o que Franka Potente faz neste filme alemão electrizante e carregado de música tecno. É sempre a abrir, sendo isto que mata o filme: não se sabe muito bem a finalidade desta história, se era fazer um grandioso videoclip ou um filme para tornar conhecidos o realizador Tom Tykwer e a actriz além fronteiras.

10 comentários:

André Batista disse...

Adoro o 'Feitiço do Tempo', protagonizado por um dos melhores actores de que já memória : Bill 'Senhor' Murray! Os outros são de fraca qualidade, por isso não os analiso. Bom post, e continua a fazer estes tops! p.s. (não te equeças de comentar no cool2ra!!!!).

Johnny disse...

O "Feitiço do Tempo" (Groundhog Day) é uma das minhas comédias favoritas. Adoro a forma como o mesmo dia vai começando sempre com aquela mesma música no rádio-despertador...

brain-mixer disse...

"I've got you babe! lala, lala,..."
Ehe eh!

Felipe Nobrega disse...

bill murray tem sua segunda melhor interpretação neste filme, a prim eira é claro , ele alcançou em "encontros e desencontros"
corra lola corra tb é show de bola

gonn1000 disse...

Ainda estou para perceber o que é que "O Feitiço do Tempo" tem de tão especial. Para mim é só mais um filmito de sábado à tarde...

Fred Tavares disse...

Por acaso também não acho o Feitiço do Tempo um bom filme. Não por culpa de Bill Murray mais por um argumento fraco e uma concepção muito materialista, reparem como a ideia principal que fica é: Para uma miuda se apaixonar por ti tens de ser um dr. um engenheiro, um pianista e impressiona-la.
Lembro me de isto td agora porque deu o filme ontem e eu vi lol

Bill Murray é um grande actor, mas so foi "grande" em escassos filmes como Lost in Translation, Life Aquatic e Ed Wood, na minha opinião, não teve os papeis que merecia mais cedo.

Bom Blog, ta positivo!! Continua

brain-mixer disse...

Eu devo discordar...
Mas opiniões são opiniões

Knoxville disse...

Tens razão, "O Feitiço do Tempo" não é um bom filme, é UM ENORME FILME! Sem qualquer dúvida uma das melhores (senão mesmo a melhor) comédia dos anos 90. Nota 10 no meu blog.

Cumprimentos!

Sara disse...

Apesar da qualidade estar áquem do que esperava e da interpretação horrível da Amy Smart, Butterfly Effect é um dos filmes de eleição.

Continua assim!

PS: Tentei pôr a imagem no meu blog mas não consegui...

http://www.moviespaceblog.blogspot.com

Anónimo disse...

necessario verificar:)