12/11/08

Visão especial

Em Ensaio sobre a cegueira que estreia esta semana, uma epidemia afecta toda uma população tornando toda a gente cega.
É com uma névoa branca, toldando a visão como um mar de leite...

Para celebrar a estreia deste (poderoso) filme, enumero as mais famosas e variadas formas de visão especial.




Superman - Raio-X
O Homem de Krypton acumula poderes uns mais fantásticos que outros. A visão é uma delas. Para além dos raios laser que lhe saem dos olhos, os raio-X que lhe permitem ver através de tudo (menos o chumbo) são uma mais valia para o super-herói.



Terminator - Infravermelhos
A electrónica de um cyborg que analisa como um scanner tudo em seu redor. Para permitir que nada escape aos seus olhos, o extreminador detém uma visão infravermelha. Para o dia ou para a noite, o preto e vermelho é a sua condição.




Predator - "Heatvision"
Quem não reconhece a visão de leitura térmica, aquela que lê a temperatura de um local, com os seres vivos denotando uma cor avermelhada? O Predador celebrizou-se por estas imagens, apesar de ter inúmeras outras graças à sua máscara hiper-tecnológica, como se pôde ver na sequela.



The Matrix - Processo binário
A electrónica pura e dura vista pelos olhos do Escolhido. Após ser "ressucitado" pelos humanos, Neo vê a realidade virtual como ela é: Números e códigos.



Daredevil - "Blindvision /shadow world"
Entre nós, o mundo das sombras. Apesar de cego, Matt Murdock consegue sentir o que vê, através dos sons que embatem nos objectos. Um pouco como os morcegos... O estilo fantástico projectado no filme é sublime.



E vocês, caros leitores, como vêem o mundo do cinema?

12 comentários:

Johnny T. disse...

Grande espaço! É bom saber que há mais gente a falar de filmes obscuros (alguns que eu pensava sinceramente que só eu é que tinha visto!) agora já não me sinto tão sozinho no mundo! hehehe

A esta lista de "visões" só faltava mesmo adicionar a visão do comandante La Forge no Star Treck Next Generation! (embora já não me lembre bem se tinhamos a "visão" dele na serie ou nos filmes...)

brain-mixer disse...

Johnny, creio que pelo teu texto é a primeira vez que vens ao meu blog :P (big mistake! Há 3 anos que existe, eheheh)

Quanto à visão desse La Forge, explica lá melhor o que é que ele "vê"... Se for no filme, posso enquadrá-lo nesta lista ;)

Abraço, volta sempre!

Johnny T. disse...

Pois, já vi pelo historico que já andas nisto há muito tempo (eu é que só há pouco é que me converti aos blogs...)

do que me lembro (nunca fui um grande treckie) a visão do La Forge (que era cego) funcionava mais ou menos como a visão infra vermelha do extreminador só que a preto e branco...vou procurar!

e podes contar comigo para mais visitas!

wasted blues disse...

Conceitos muito diferentes da parábola de Ensaio Sobre a Cegueira.

brain-mixer disse...

Johnny, se conseguires agradeço desde já ;)

Wasted blues, é claro que são conceitos diferentes. Eu apenas aproveitei o facto de estrear um filme sobre cegueira para mostrar os outros que "vêm" de modo diferente... É tudo uma questão de saber ver diferente :D

Fifeco disse...

Gosto especialmente do x-ray e do processo binário. Já agora, parabéns pela originalidade do post.

Abraço

wasted blues disse...

Apenas acho demasiado literal.

looT disse...

Muito bom :)

Lembrei-me de outro: a visão do Eric Draven (Brandon Lee) no Corvo. Se bem me lembro ele conseguia ver através do pássaro ou então era a própria visão do pássaro.

Abraço

Ricardo disse...

eu não sei se isto se pode incluir, mas no The Dark Knight o senhor Batman usa uma sistema esquisito para ver os malvados, que afinal são os bonzinhos, para acabar tudo com pancadaria. Não é natural, mas que ele vê através das paredes, lá isso vê.

brain-mixer disse...

Fifeco, obrigado ;)
Tentei arranjar imagens do raio-x do superman de 1978 mas não encontrei...

Wasted blues, mas eu sou outro conceito :P
Sou imagético, não literal...

Loot, lembro-me bem disso. A meu ver, era mais um "ponto de vista" (ironicamente chamado de "bird's eye") mas não transforma a visão do personagem :P

Ricardo, o Dark Knight usa a mesma ideia do Daredevil. Com um sistema de frequências (como um sonar) consegue aplicar o som como 'imagem'. Mas vale pela anotação, obrigado ;)

Peter Gunn disse...

Acho que realmente foi uma boa ideia aproveitares a estreia do "Ensaio sobre a cegueira" para mostrar tantos "pontos de vista" diferentes da vida :)

Boas escolhas, tenho uma vaga ideia que ja vi outro tipo de visão mas neste momento não me recordo bem onde. Vou pensar um bocado sobre o assunto ;)

Saudações

brain-mixer disse...

Peter, quando te lembrares dá uma apitadela ;)
Abraço!