14/09/15

Vocábulo cinecalão #4

Uma rúbrica em colaboração com diversos cinéfilos da blogosfera nacional. 
Colaboração? Sim! Eles escrevem, eu ilustro!

A ideia é criar um novo vocabulário para os cinéfilos sedentos de palavreado brejeiro, ou apenas em modo pseudo-crítico. Querem escrever críticas cinéfilas à trolha? Então 'bora lá aprender.
(convidados anteriores: Pedro Cinemaxunga, Hélder Almeida, e Carlos Reis)



A quarta participação é de Sofia Santos, do blog Girl on Film.






Pepineira 
pe.pi.nei.ra

 [pəpiˈnɐjrɐ]

nome feminino
1. porção de terreno em que se cultivam pepinos; pepinal
2. [Figurado]  brincadeira; pândega; troça; sessão ou tema de pouca importância e pouco agradável;  cena reles. 


Na crítica cinematográfica:
Termo pseudointelectual mas dissoluto, utilizado para descrever os filmes que o crítico considera uma merda.

Exemplo:
É um desconsolo ver o talento, os abdominais e a voz gutural, pornográfica e sexy de Vin Diesel desperdiçada nesta pepineira de filme cujo único valor a ressalvar é o facto lamentável de mostrar de que o Cinema americano está esgrouviado.




Pastelão 
pas•te•lão

(pastel + -ão)

substantivo masculino
1. [Culinária]  Grande pastel ou grande empada.
2. [Figurado]  Pessoa indolente, preguiçosa. = PAMONHA
Na critica cinematográfica:
Termo usado pelo critico quando considera o filme uma seca e obviamente, uma merda.

 Exemplo:
Cloud Atlas é profundamente aborrecido, monótono, cansativo e maçador, ou seja, um insuportável de pastelão que nem em caso de insónias crónicas deve ser visto.






Lambão 
lam•bão
adjectivo e substantivo masculino
1. Que ou aquele que é lambareiro, glutão.
2. Guloso, comilão.
Feminino: lambona.
 Na critica cinematográfica:

Termo usado pelo critico quando o filme tenta ser aquilo que na verdade não é. Um filme que  auspicia ter 10 estrelas no IMDb mas que na verdade é uma merda.

Exemplo:
Uma tentativa de ensaio, completamente afastado da genialidade e que nem sequer é merecedor de ser assinalável. É um filme que tenta ser valioso de forma lambona.




Obrigado à Sofia por aceitar o desafio!

2 comentários:

Sofia Santos disse...

O desafio que lançaste e que parecia tão simples, foi na verdade bastante difícil de responder.
Por muitas palavras que conhecemos e que podiam ser usadas, usa-las num determinado contexto foi complicado de conseguir.

Deu luta, mas foi feito.
Obrigado pelo convite e sobretudo pelo extraordinário poster que só podia ser criado por alguém muito atento.

Consegui finalmente ver a Marie Antoinette numa criação tua.

OBRIGADO por tudo - mesmo pelos olhos castanhos :) :) :) :)

brain-mixer disse...

Ohhh :D
Obrigado pelas palavras. E terás esses teus olhos verdes em Janeiro ;)